Abalando por aí… Bikes na Cidade….

Abalando e Pedalando por Aí

bici

A melhor maneira de conhecer outras culturas e paisagens é viajar. Não é filme, livro, revistas ou até mesmo um tour virtual pela internet que substituam a experiência real. Há situações que precisam, simplesmente, ser vividas. Desbravar o lugar de bike ou magrela, como queiram, é sentir o clima, o ritmo da cidade, cercado de história… Em algumas capitais, você poderá fazer da bicicleta a sua companhia de viagem…

aluguel-de-bicicletas-em-south-beach

  1. AMSTERDÃ:

1.1.  Ciclovia: 400 quilômetros de extensão.

1.2.  Circuito: A partir da Dam, a praça central, as ruas Rokin e Vijzelstraat cruzam canais e levam até a cervejaria Heineken e à região dos museus Van Gogh e Rijksmuseum

1.3.  Atenção: Existe tráfego intenso de bicicletas e as vagas para estacionar são disputadas. Existem roubos, são comuns.

1.4.  Onde: Existem agências que alugam em média por 3,00 Euros por dia (www.iamsterdam.com)

IMG_7392-1

  1. 2.     BUENOS AIRES:

2.1.  Ciclovia: 80 quilômetros de extensão.

2.2.  Circuito: do Parque Lezama, em La Boca, o caminho segue para Puerto Madero, de onde se pode pedalar até a Casa Rosada e o Obelisco.

2.3.  Atenção: As ciclovias são estreitas e o trânsito é caótico.

2.4.  Onde: o serviço da prefeitura é gratuito, são 24 estações espalhadas pela cidade (www.mejorenbici.buenosaires.gob.ar)

CIMG1737

  1. 3.     LONDRES:

3.1.  Ciclovia: 1480 quilômetros de extensão

3.2.  Circuito: Sair da Tower Bridge, pedalando por Southwark e cruzar o Rio Tâmisa pela ponte Waterloo para chegar a Covent Garden.

3.3.  Atenção: Mesmo de magrela, a mão é inglesa!!!

3.4.  Onde: Vários pontos espalhados pela cidade. Necessário cartão de crédito, Barclays Cycle Hire (www.tfl.gov.uk).

london bike

  1. 4.     PARIS:

4.1.  Ciclovia: 652 quilômetros de extensão

4.2.  Circuito: Ahhh pedalar às margens do Sena… Começando pela Torre Eiffel até depois da Île de la Cité.

4.3.  Atenção: A disputa para conseguir uma bike é grande entre os parisienses e os turistas. Eles usam bastante o Vélib.

4.4.  Onde: Com o Vélib o aluguel custa aproximadamente 2,00 Euros (www.velib.paris.fr)

IMG_3405

  1. 5.     RECIFE:

5.1.  Ciclovia: Atualmente conta com 13,2 quilômetros de extensão, entretanto o projeto está em fase de implantação com ciclofaixas móveis com aproximadamente 25 quilômetros de extensão aos domingos e feriados.

5.2.  Circuito: Teatro de Santa Isabel, as praças do Entroncamento, da República; além de Boa Viagem, do Marco Zero, do Palácio do Campo das Princesas, do Forte das Cinco Pontas, Cais de Santa Rita, Central do Artesanato, Museu do Estado, Parque da Jaqueira e Parque Dona Lindu.

5.3.  Atenção: Falta de policiamento nas Ciclovias à noite, porém as ciclofaixas aos domingos e feriados viraram ponto de encontro das famílias recifenses. Organizada.

5.4.  Onde: Existem estações no Bairro do Recife Antigo.

aluguel_bikes_Itau_RIO

  1. 6.     RIO DE JANEIRO:

6.1.  Ciclovia: 290 quilômetros de extensão

6.2.  Circuito: Partindo da Rua Pacheco Leão segue contornando o Jardim Botânico. Do Jockey Clube, chegue à Lagoa Rodrigo de Freitas e, de lá, vá descendo até Ipanema e Leblon.

6.3.  Atenção: O sistema de aluguel está todo centralizado na Zona Sul

6.4.  Onde: o ticket diário custa aproximadamente 5,00 Reais (www.mobilicidade.com.br)

24mai2012-o-bike-sampa-foi-lancado-na-cinemateca-na-vila-mariana-zona-sul-de-sao-paulo-1337889028373_956x500

  1. 7.     SÃO PAULO:

7.1.  Ciclovia: 204 quilômetros de extensão (sendo 82km de ciclofaixas montadas aos domingos e feriados)

7.2.  Circuito: Segue da Avenida Paulista até o Centro. Vai pedalando pela Liberdade, Sé, Parque da Luz.

7.3.  Atenção: subidas e descidas, sendo o asfalto muitas vezes irregular.

7.4.  Onde: Aluga no Bike Sampa (www.mobilicidade.com.br), sendo R$ 5,00 por cada meia hora.

CIMG1671

Até mais…. Porque quem fica parado é poste…

azinho

Abalando por Aí…

“Eu disse aos meus amigos que se eu for ficar faminto, precisa ser em um lugar onde a comida é boa” (Virgil Thomson, compositor, em Life in Paris as a Young man).

CIMG1746Como havia dito no final da postagem da semana passada (clique AQUI), Paris merece e tem sempre mais…

Seja bem vindo à cidade que carrega o status de ser a capital culinária do mundo. Paris possui uma enorme quantidade de restaurantes e cafés, templos da gastronomia que incluem:  o Alain Ducasse, L’Astor, Taillevent, Pierre Gagnaire, JacquesCagna, entre outros.

Há uma série de opções disponíveis, que vão desde os restaurantes mais simples, que oferecem pratos de todas as províncias da França como restaurantes internacionais do Marrocos, Argélia, Grécia… Por lá também se encontram restaurantes de comidas internacionais exóticas, o que reflete o gosto local por comidas de outras culturas, ou seja, a sua refeição memorável em Paris pode acabar sendo tudo menos, francesa!!!!

IMG_0850Além dos restaurantes estrelados, Paris oferece cafés, bares, brasseries, pâtisseries, boulangeries e até mesmos os quiosques de crepes e baguetes espalhados por toda a cidade. Atualmente, os grandes chefs estão diversificando e abrindo estabelecimentos menos pomposos, entretanto modernos, mas sem tantas “complicações”. Lembre-se que RESERVAR, SEMPRE!!!  E, muita atenção ao DRESS CODE, os restaurantes três-estrelas, de primeira classe e de luxo ainda exigem, entretanto mudou um pouco e o que era “obrigatório” para o homem, mesmo que no bistrô do bairro, o terno e gravata e as mulheres com belos vestidos, hoje, está mais descontraído, mas isso não quer dizer que pode-se usar um jeans sujo ou gym wear. Os parisienses ainda valorizam o código de vestimenta, o estilo, mesmo que informalmente.

IMG_0193 Na cidade luz, a maioria dos restaurantes servem o almoço entre às 12h e às 14h30m e o jantar das 19h às 22h. A cozinha francesa chega à perfeição quando acompanhada por um vinho, o rótulo geral em garrafas de vinho nacional é conhecido como AOC (Appellation d’Origine Contrôllè). Às vezes, uma taxa de serviço é somada à sua conta – variando de 12% a 15%. Caso contrário, verifique se há escrito SERVICE NON COMPRIS, que quer dizer que a taxa não foi inclusa, e eles esperam que você deixe uma gorjeta.

Os preços de Paris parecem extravagantes aos turistas, principalmente para aqueles que não moram em grandes cidades, contudo houve um aumento dos restaurantes informais, com preços moderados. Mesmo não estando tãooo na moda, como outrora, os baby bistrôs, ainda são apreciados. São franquias dos restaurantes de luxo, com preços razoáveis, onde você pode degustar pratos dos grandes chefs franceses.

CIMG1387

Bem, vamos às dicas, pois na França comer bem é uma parte essencial de uma cultura que celebra as coisas mais finas da vida. Os deleites gustatórios por aqui não é brincadeira, é uma arte, que foi finamente aprimorada com o passar dos tempos.

 PADARIAS (Boulangeries): Estão por todo o lado, o pão é básico na França, o seu olfato lhe dirá qual delas É A BOA !!!

  • ERIC KAYSER – Padeiro jovem, com uma rede de 11 padarias espalhadas pela cidade, a atração principal é o pão, servido de todos os modelos, formas e temperos, oferece bolos tão bons quanto e em alguns estabelecimentos servem refeições leves. As duas originais ficam na rue Monge, (8 rue Monge, 5 arrond e na 14 rue Monge, 5 arrond).
  •  AUX DÉSIS DE MANON – Não é famoso, mas possui uma seleção fantástica de pães e sanduiches, um lugar maravilhoso para comprar itens para fazer um piquenique na Place des Vosgues. (129, rue St-Antoine, 4. Arrond).
  • JEAN MILLET – Os bolos e os chocolates são tão bons que até filial em Tóquio eles abriram. Existem na loja algumas mesas onde você poderá se satisfazer. (103 rue Saint Dominique, 7. Arrond)

CAFÉS PARA VER E SER VISTO:

  • LA FOUMI – Em Montmartre, próximo a Place Pigalle, passou por uma reforma recentemente, frequentado por burgueses boêmios e pessoas “bacanas”, legal para observar a clientela e vista através dos janelões. (74 rue des Martyrs, 18. Arrend) – Metrô: Abbesses ou Pigalle.
  •  LA PALETTE – Frequentado por pessoas ligadas ao mundo da arte, donos de galerias, vem aqui para conversar nesse café de bairro, com o tempo bom, as mesas ocupam toda a esquina principalmente nas noites de verão. (43 rue de Seine, 6. Arrend) – Metrô: Mabillon.
  • CAFÉ DE LA MAIRIE – Fashion victimis, aposentados, escritores, estudantes são os frequentadores deste café que é bem frequentado, bem eclético. Suas mesas são disputadas, talvez você tenha que esperar para conseguir uma. Na parte interna, a decoração é inspirada nos anos 70. (8 place St-Suplice, 6. Arrend) – Metrô: Mabillon ou St-Suplice.
  • CAFÉ MARLY – Nada como tomar uma espresso, na ala Richelieu, observando a pirâmide de vidro do Louvre, frequentado por “clientes glamorosos” não tenha pressa. Obrigação é ficar na varanda!!!! (93 rue de Rivoli, 1. Arrend) Metrô: Palais Royale – Musée du Louvre.
  • CAFÉ DE L’HOMME – Tomar um coquetel ou um espresso com uma das melhores vistas da Torre Eiffel, não tem preço! O atendimento é “seletivo”, não é dos mais simpáticos, mas vale a visita!!!!! (Palais de Chaillot, 17 place du Trocadero, 16. Arrend) –  Metrô: Trocadero.

RESTAURANTES: OS IMPERDÍVEIS

  • MAISON DE LA TRUFFE – É o destino para os apreciadores desta iguaria, onde o Chef Loic Paquaux as transforma em experiências fantásticas. Presente em 02 endereços que contam com boutique gourmet. (19, place de la Madeline, 8. Arrend – +33 1 42 65 53 22 e 14, rue Marbeuf, 8. Arrend – +33 1 53 57 41 00 –

www.maison-de-la-truffe.fr )

  • LA STRESSA – Restaurante Italiano, familiar, super VIP, o vermelho predomina a decoração, preços bemmm francês. Não se pode deixar de degustar de entrada a pizzeta e os antepastos regados a azeites toscanos. SUPER NECESSÁRIO FAZER RESERVA, ABRE APENAS ALGUNS DIAS DA SEMANA. (7, rue Chambiges, 8.Arrend  +33 1 47 23 51 62 – www.lestressa.com)
  • LA SOCIÉTÉ – Cool, contemporâneo, aberto do café ao jantar, é o restaurante do momento, dos empresários do Coste. Vale pedir o Mandarina Crispy duck. (4, place Saint Germain, 6. Arrend  +33 1 53 60 60 – www.restaurantlasociete.com)
  • LE MATHIS – Para sentir-se parte dos insiders, insista para conseguir uma reserva neste bar-restaurante, vale a pena. É pequeno, seleto e concorrido, um dos endereços mais exclusivos da Europa, além de tudo, a comida é excelente! (3, rue de Ponthieu, 8. Arrend +33 1 42 25 73 01)
  • 39 V – Decoração moderna, frequentado por jovens, bonitos e um menu elaborado por Alain Ducasse. (39, George V, 8.Arrend – 01 52 62 39 05 – www.le39v.com)
  • ALLARD – Local pequeno e super disputado, menu clássico de bistrô, com serviço de primeira e pratos bem elaborados. (41, rue St André des Arts, 6. Arrend – 01 43 26 48 23)
  • LE BISTROT DU SOMMELIER – Restaurante do melhor sommelier da França, Philippe Faure Brac (97, Boulevard Haussman, 8. Arrend – 01 42 65 24 85 – www.bistrodusommelier.com )

OUTRAS DICAS QUE VALEM A PENA PARA ABALAR:

CIMG1397

CURSOS DE COZINHA: Académie Des Cinq Sens (www.academiecinqsens.com); L’Atelier des Chefs (www.atelierdeschefs.com); Le Cordon Bleu (www.lcbparis.com); Cuisine Attitude (www.cuisineattitude.com); École de Cuisine Alain Ducasse (www.ecolecuisine-alainducasse.com); Ferreandi-L’École Française de Gastronomie (www.ferrandi-paris.fr).

MARIE-ANNE CANTIN FROMAGERIE: Oferece mini-cursos sobre a arte de server queijos. Fromagerie de grande tradição. (www.cantin.fr)

MAILLE: Loja específica de mostarda de Dijon e vinagres (www.maille.com)

MAISON DUBERNET: Especializada em foie gras, confit, rillettes et patês (www.maisondubernet.surinternet.com)

DAMMANN FRÉRES – Boutique de chás (www.dammann.fr)

FAUCHON – Tudo do mundo inteiro – geleias, doces, patês…com espaço para degustação (www.fauchon.com)

LA MAISON DU MIEL- Loja com mais de 40 tipos de mel (www.maisondumiel.com)

GÉRARD MULOT – É aqui que você encontrará a melhor torta de morango do mundo! (www.gerard-mulot.com)

LAGUIOLE – As melhores facas do mundo (www.laguiole.com)

ANDAR TODA A  RUE DU PARADIS, no 10 Arrend, você encontrará tudo para sua mesa: Cristais Lalique, Daum, Baccarat com descontos e sem falar em Christofle, Wedwood, Rosenthal

A RUE MONTMARTE tem VÁRIAS lojas especializadas em artigos para COZINHA: A.SIMON; LA BOVIDA (www.labovida.com); CORDON BLEU BOUTIQUE (www.lcbparis.com); G.DETOU – Especialista em materiais para fabricação de chocolates, bombons, balas e pâtisseries (www.gdetou.com); GENEVIÈVE LETHU (www.genevievelethu.fr); KITCHEN BAZAAR (www.kitchenbazaar.fr)

BON APETIT,

Taciana Leitão…

azinho

Abalando por Aí… Paris…

Paris dos parques, dos cheiros, dos gostos, dos sabores, da cultura, da moda, dos mistérios, da história, dos amores…

foto

Melhor do que vir para Paris a primeira vez é voltar para Paris pela segunda, terceira, outras tantas vezes, é uma cidade que sempre tem algo a mais para apresentar… Paris é um destino de sonho, para desfrutá-la há leituras turísticas em abundância, mapas em vários idiomas e fáceis de achar em qualquer aeroporto mundo a fora… A cidade está entre as mais visitadas do mundo então, programe-se, faça a sua reserva para hospedagem com muita antecedência.

CIMG1332

A cidade é dividida em “arrondissements”, “bairros” espalhados na forma de um caracol e numerados de 1 a 20. Esses números são muito mais do que um simples endereço, ele marca um estilo de vida.

Paris, por si só já se apresenta, é uma atração irresistível, cheia de luzes brilhantes, clima romântico e com uma culinária espetacular!  Ao invés de elaborar uma lista enorme com tudo o que se tem para ver e fazer na Capital Francesa irei direto ao ponto, destacando algumas dicas para que você possa desbravar a Cidade Luz, de acordo com o seu interesse pessoal, tempo, orçamento…darei o caminho, você escolhe a direção, pois PARIS É INESGOTÁVEL…

CIMG1382

IMG_0875O melhor de Paris é em torno do Rio Sena. Das pontes de Sully e de Bir-Hakeim é uma das mais belas paisagens. Os monumentos mais famosos de Paris se encontram no centro e nas margens do Sena. Na Ilha de la Cité, encontramos emblemáticos monumentos antigos. A catedral de Notre-Dame, construída a partir do século XII, restaurada no século XIX é simbolicamente o ponto zero de Paris.

CIMG1334

Todo dia é dia de ir para Paris, mas é na primavera que a cidade fica ainda mais bela, de abril à junho que a temperatura fica amena, as árvores cheias de folhas, os jardins floridos…Imperdível é Passear pelo Jardin de Tuileries, sentar no gramado, admirar a pirâmide em frente ao Louvre, andar às margens do Sena, contemplar a Torre Eiffel…

Vamos ao que interessa…

O que comprar e usar em Paris… Suéter de cashmere fininho da Zadig & Voltaire, bolsa de lona com paetês da Vanessa Bruno, as bolsas clássicas do Gérard Darel, as sapatilhas da Repetto, as bolsas coloridas e dobráveis da Longchamp, as t-shirts da Petit Bateau e o clássico bicolor da Chanel é sem dúvida um must-have de qualquer armário…

foto-1

A elegância da cidade é também graças à moda: Givenchy, Dior, Jean-Louis Scherrer, LV, Emanuel Ungaro, Hermès, Chanel, Yves Saint Laurent, André Courrèges, Élie Saab e Pierre Cardin, além de Flagships de marcas internacionais como Balenciaga, Azzedine Alaia, Balmain, Burberry, Bottega Veneta, Cacharel, Céline, Carven, Chloé, Disne Von Furstenberg, Dolce & Gabbana, Dries Van Noten, Fendi, Goyard, Gucci, Jil Sander, Hervé Léger, Lanvin, Longchamp, Miumiu, Missioni, Pucci, Prada, Sonia Rykiel, Roberto Cavalli, Stella Mccartney, Valentino são algumas grifes que também são encontradas nos endereços do 8º distrito, avenida Montaigne e na rua du Faubourg Saint-Honoré. A cidade ocupa um lugar de destaque também em jóias, concentradas na praça Vendôme e na rua de la Paix. Quando estiver na Montaigne, não deixar de ir ao L’Avenue, um restaurante bacanérrimo, com uma varanda legal, frequentado por celebridades e modelos mundialmente conhecidas.

Em Paris, os grandes magazines se destacam, pois se enquadram no conceito a BHV (www.bhv.fr) não tem muito “glamour”, mas encontrará tudo o que as outras lojas de departamento oferecem. O subsolo, com artigos para casa, merece destaque. No LE BON MARCHÉ (www.bonmarche.fr) você pega tudo e paga no final, legal para passar uma tarde de compras; Já no FRANCK ET FILS, pode-se dizer que é uma versão “mini” do Bon Marché, com destaque para área de acessórios (www.francketfils.fr); A famosa GALERIES LAFAYETTE não

poderia ficar de fora, dispensa apresentação, tem de tudo e ainda a sua cúpula que atrai turistas do mundo inteiro (www.galerieslafayette.com); H&M, rede de lojas escandinava, presente em 02 endereços em Paris, com uma moda alegre e acessível voltada para o público jovem (www.hm.com);  Ahhhh…o MONOPRIX, todos os dias eu arranjava o que comprar por lá, mistura de supermercado com loja de departamento, a seção de artigos de banho é muitooo boa, foi lá que encontrei os maravilhosos demaquilantes da BIODERMA, existem vários espalhados por Paris (www.monoprix.fr). PRINTEMPS, moderna, oferece as marcas clássicas e famosas (www.printemps.com).

Colete (www.colete.fr), Maria Luisa (www.marialuisaparis.com), A Toutes Les Filles (www.atouteslesfilles.fr), Montaigne Market (www.montaigne-market.com), LE66 (www.le66.fr)  são lojas e vitrines que valem uma visita. Para fazer boas compras, a Assouline (www.assouline.com), vende livros para decorar a casa, velas, enfeires e jogos de tabuleiro; Aesop (www.aesop.com.au) é uma loja de produtos de beleza australiano produzidos com ingredientes naturais. A decoração da loja é top!!! Já o “must have” é ter uma essência da JAR PARFUMS (www.jar-parfums.fr), um luxo exibir a sacolinha marrom discretíssima pelas ruas de Paris.

Sempre tem algum agito na cidade, pode ser uma festa de bairro ou um grande evento. Você vai perceber que essa é uma das cidades mais alegres e animadas do mundo. Praticamente todos os meses ocorrem eventos de fama internacional: JANEIRO E FEVEREIRO: Grande Parade de Paris (www.parisparede.com); Missa Comemorativa de Louis XVI (www.monuments-nationaux.fr); Fashion Week (www.pretparis.com); Ano Novo Chinês (www.paris.fr); Salon Imternacional de L’ Agriculture (www.salon-agriculture.com) MARÇO-MAIO: Banlieues Bleues; Salon du Livre (www.salondulivreparis.com); Maratona de Paris (www.parismarathon.com); Noite dos Museus (www.nuitdesmusees.culture.fr); Roland Garros (www.rolandgarros.com); JUNHO: Designers Days (www.designersdays.com); Fête de La Musique (www.fetedelamusique.culture.fr); JULHO: Fête Nationale (www.paris.fr); Chegada do Tour de France (www.letour.fr); SETEMBRO: Jornées de Patrimone (www.journeedupatrimone.culture.fr); Fashion Week (www.whosnext.com); OUTUBRO: Nuit Blanche (www.paris.fr); Fête des Vendanges de Montmartre; DEZEMBRO: Réveillon (www.paris.fr).

LEMBRE-SE: Um bom concierge saberá dar a dica certeira, é preciso ter o look certo. Para noitada, no lugar onde todo mundo quer estar é o CLUB SILENCIO (www.silencio-club.com),  só após a meia noite que os “não membros” podem tentar entrar. O Costes (www.hotelcostes.com) é onde está o crème de la crème parisiense, reserve ou chegue cedo, mas lembre-se que glamour e bons drinks têm seu preço. L’Arc (www.larc-paris.com) abre para o almoço, mas é a noite que “bomba” e se transforma em point do 16ème. Já no BC – Black Calvados (www.blackcalvados) fantástica decoração preta e alumínio, é por lá que se encontram os abastados da cidade e do mundo, tem que ter reserva para jantar e vai ficando para curtir os embalos da noite. E, com a volta do Le Montana, que fica no 6ème, falta espaço para tanta gente que quer entrar, a triagem é ferrenha, só entra quem tem “Style”.

PicCollage

Paris terá outra vez, por que para continuar ABALANDO POR AÍ, é preciso viver mais do que 365 dias pela cidade luz. Paris merece continuação…

Au Revoir…

Bisous

azinho